segunda-feira, 11 de julho de 2011

frio.

São esses dias gélidos que mais incomodam, sabia? O frio remete à falta de calor, e calor remete fielmente a nós, a você. Aquele arrepio sobe costas acima, e o corpo se encolhe por impulso. Então me torno ainda mais convencida do seu calor. Procuro esfregar uma mão na outra, na tentativa desesperada de aquece-las, e me frustro ao constatar que o esforço não teve o minimo efeito. Então me lembro de sua mão na minha, e sou convencida novamente. Procurando reforçar minha fonte térmica, faço uso dos agasalhos ridículos que prometem conservar o calor. Falho, e sou convencida outra vez, apenas imaginando seus braços em minha volta. Entende o quanto o frio pode ser injusto? Entende que enquanto o vento gelado sopra em meus cabelos, é sua ausência que me faz arrepiar? E é assim então que sua ausência faz com que você se torne o meu melhor agasalho, o meu melhor cobertor, o meu melhor calor. O meu. E só meu.

2 comentários:

Jujuba Almeidaa (: disse...

Meu ...
Essa coisa de posse é boa, não é?
Perencer a alguém ...
Bom, muito bom.
Principalmente quando este alguém também nos pertence.

Espero que você esteja bem aquecida nessas férias (:

Olha, o blog está de cara nova. Dá uma passadinha por lá para conferir e me diz o que achou - sua opinião é importante para mim.

Comoumsonhodevalsa.blogspot.com

Jujuba Almeida ;)

Jace disse...

Está lindo meu amor (: Continua a escrever , escreves muitíssimo bem como já te disse *.*
meu amor estou cheia de saudade sua , volta para cá , para junto da gente ! gosto muito muito de você <3