domingo, 12 de junho de 2011

two is better than one

Eu fujo, mas sou toda cheia de correr riscos. Eu sou um risco. Desses sem advertências nenhuma. Então venha se arriscar em mim, se perca e se encontre no meio de minhas palavras, me decifre pelo olhar, me ganhe com um beijo e um pouco mais. Assim, sem precauções. Mas se arrisque de verdade, seja cego, se deixe, se dê. Tema tudo, mas finja não se importar com nada. Se sinta convicto e me convença, quantas vezes precisar. Me abraçe forte, e me segure pela cintura. Brinque com a minha mão. Me peça pra ficar e me prenda próxima ao seu peito. Me faça ser intensa e se permita sentir. Feche forte os olhos e sinta minha ausência. Se esconda do mundo junto comigo. Me chame de sua as vezes suficientes para te fazer sorrir e brigue comigo por te chamar de 'idiota'. Sugue de mim as melhores coisas e deixa eu te fazer bem. E eu serei mais, verbalizarei mais, me entregarei mais. E juntos então, trilharemos toda essa insanidade. Eu e você. Num círculo cheio de riscos. Até quando durar.


Make a wish, take a chance, make a change.

6 comentários:

Marcela disse...

Gosto disso, gosto assim. Até quando durar.

T. disse...

E o bom é assim mesmo... Quando todos os riscos parecem valer a pena, dure o quanto durar.

Luria Corrêa . disse...

Todo risco vale a pena, dependendo do ponto de vista pelo que você os encara. Belas palavras. Blog lindo.

Abraço. www.disturbiossobrios.com

Carol disse...

Olá Maria,

Adorei o seu blog! Super fofo, e o texto é lindo!
Bjs

graciélelongo. disse...

amei aqui, seguindo. poderia seguir o meu ? http://diaryofagirl97.blogspot.com/

Stéfani Zimmermann disse...

Adorei seus textos, muito perfeitos '-'

Bjs,
http://placestyle.blogspot.com/