terça-feira, 10 de julho de 2012

.. sorrindo à toa


A vida dá voltas, é verdade... Aquela que um dia se recusou a acreditar de novo, se recusou a sentir, se recusou a se permitir, hoje, está sorrindo à toa. Na verdade, não é tão à toa assim... Tem um responsável, um moço, bom moço por sinal. Sorriso grande, contagia. De uma gentileza sem tamanho. Seu sotaque adocica mais ainda as palavras doces que fluem por entre seus lábios. Ah!, como os amo. Não é perfeito, não senhor, e isso de modo algum é exigência. Seus olhos que exigem os meus, e a gente se exige, automaticamente. Exigência boa essa. Deitados em algum canto que nos caiba, um cobertor e muita preguiça basta para um momento que tipicamente nomeamos de nosso. É bobo, tolo, mas é amor. Amor que mal cabe no peito, ou no coração, ou em mim inteira. Amor que vez ou outra, ou outra vez, exige em escorrer pelos olhos. Amor bom esse! Reli todas as minhas linhas, minhas lendas, minhas suposições. E me certifiquei: mãos dadas em meio à multidão, sincronia fora de área, faz sentido sim! E um dia, ela se recusou a tudo isso, e um dia o moço de olhos - insanamente estonteantes - verdes a convenceu. Hoje estão sorrindo à toa. E isso já faz algum tempo.

Um comentário:

Nati disse...

Porque eu sei que é amor *-*
Sensação melhor não há, a não ser a de ser mãe do filho de uma pessoa que tu ama muito. Beijo